sábado, outubro 02, 2010

Vícios

foto tirada por mim - alto da Serra do Rio do Rastro - Lauro Müller SC (setembro 2010)

Existem estes momentos insanos
Em que abrigo o anseio de me pôr a gritar!
Para que de algum lugar,sem danos,
Me possas ouvir e enfim,vir me confortar.

Mas aí falo baixinho e vou ponderando
Escrevo bobagens,versos repito
Deixo o coração solto, flutuando...Mais nada!
Da minha garganta não ecoa o grito!

Teu nome eu murmuro no meu desengano
Parece bobagem, adágio insano
Fixação latente.Sem trégua.Sem calma!
Roupagem sombria que veste minh’alma!

E busco de novo nos quartos escuros
A tua presença. Só encontro muros,
Silencio,vazios! Já não há esperança
Saio chorando.Pareço criança!

E cada palavra desperta outro pensamento
Cada pensamento, um novo sentimento
Mas não posso sair de mim, sou o que sou.
A carregar-te por dias sem fim, ainda estou!
(Ivete kg 24.08.2010)
Postar um comentário