quarta-feira, janeiro 31, 2007

HORAS DA DOR!

E nessas horas a gente não tem vontade de dizer nada. Nem mesmo pensar nada. Toma conta de nós uma tristeza profunda, uma inércia inexplicável. Repensamos tudo o que fizemos na vida, tudo aquilo que pensávamos estar acertando precisa ser re-questionado. Refeito.
Hoje, só uma coisa eu tenho certeza: O que de bom sempre fica é a fé. A presença de Deus em minha vida é só o que me dá coragem de seguir em frente nessas horas. E ainda sempre precisamos questionar nessas horas, porque não fomos mais á igreja, porque não insistimos mais com os filhos, porque nos envergonhamos tantas vezes de praticar uma religião “careta”, se é só ela quem nos piores momentos, nos mantém de pé. “Dai-nos, Senhor, uma fé inabalável como a rocha. Só na Tua presença é que conseguimos encontrar paz, alívio para as nossas dores. Quando não estamos contigo, as dores, os fardos, os desafios da vida se tornam insuportáveis. O peso nos deixa paralisados, a dor nos oprime de tal maneira que muitos, nessas horas cometem suicídio ou atrocidades contra outros seres humanos. Em Ti, ao menos conseguimos olhar para os outros e ver que são gente como a gente, mesmo que ás vezes, já tenham sido completamente tomados pelo joio. Quem somos nós pra julgar? Tu és minha vida, outro Deus não há. Tu és minha estrada, a minha verdade. Em tuas palavras eu caminharei. Enquanto eu viver e até quando Tu quiseres. Já não sentirei temor, pois estás aqui. Tu estas no meio de nós.”
Postar um comentário