sábado, agosto 27, 2011

Livros


 
Há muito tempo não adentrava noites lendo livros como tenho feito ultimamente... Depois de  A Cidade do Sol, de Khaled Hosseini, agora estou lendo O Caçador de Pipas, do mesmo autor.
Em tempos passados, foram livros como E O Vento Levou (Margareth Mitchell), Pássaros Feridos ( Colleen McCllough) Morro dos Ventos Uivantes (Emily Bronté), Brumas de Avalon (Marion Zimmer Bradley ) ou Operação Cavalo de Tróia (J.J.Benitez), alguns dos tantos que me fizeram madrugar, sentindo já os olhos irritados, mas ainda com a vontade de ler mais uma e mais uma página. Personagens que desfilavam diante de mim. Paisagens, lugares que conhecia na minha imaginação, descritos pelos grandes mestres da ficção. E houve ainda aqueles que me arrancaram lágrimas a mais, como Médico de Homens e de Almas( Taylor Caldwel), O Veleiro de Cristal, Meu Pé de Laranja Lima, Vamos Aquecer o Sol e Barro Blanco (José Mauro de Vasconcelos), O Leão da Meia Noite, de autor que não recordo... É claro que houve muitos e muitos outros pelos anos afora da minha vida. Pollyana, O Pequeno Príncipe... E livros de Og Mandino, Paulo Coelho, Richard Bach, Érico Veríssimo, Graciliano Ramos. Autores que me foram abrindo novas “janelas”, fazendo-me ter outras visões do mundo, conhecer lugares que meus olhos jamais viram. Viajo nas leituras e encontro prazer nisto. Uma forma de procurar conhecer melhor o sentimento humano, a história dos povos... Através de pesquisas melhorei meus conhecimentos em história, em geografia e tantas vezes, também em sentimentos humanos. O conhecimento não é tudo, se não trouxer também a sabedoria. É a ela que busco, embora ainda ignore tanto, de tantas coisas. Mas o que não quero é estagnar. Preciso de conhecimentos novos, como preciso das coisas materiais das quais sobrevivo.

Postar um comentário