quarta-feira, junho 29, 2011

No dia dele

foto tirado por Mini

Apesar de ser um cabeça dura, talvez por isto transformado em "Rocha", sempre gostei muito dele...
É por isto que, quando me lembro do seu dia, presto-lhe uma homenagem. Embora seja também o dia de São Paulo, a quem admiro, não lhe tenho o mesmo carinho que a São Pedro.
"A Rocha", pela sua simplicidade, mas não uma simplicidade burra, pois quando percebeu que não conseguia andar sobre as águas, não teve dúvidas em estender suas mãos pra Jesus e pedir: _"Salva-me Mestre!". Talvez este seja o ponto da minha admiração por ele.
O grande pescador, que tornou-se "pescador de homens" foi o primeiro a responder quando Jesus perguntou aos seus discípulos: _ "E vós, quem pensais que sou eu?".
Simão Pedro, respondendo, disse: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”. Jesus respondeu-lhe: “Bem-aventurado és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi carne ou sangue que te revelaram isso, e sim Meu Pai que está nos céus. Também Eu te digo que tu és Pedro ( pedra ou rocha), e sobre esta pedra edificarei minha Igreja, e as portas do inferno nunca prevalecerão contra ela. Eu te darei as  chaves do reino dos céus. O que ligares na terra será ligado nos céus. E o que desligares na terra será desligado nos céus” (Mt 16, 16:19).
São Pedro é venerado como protetor das viúvas e dos pescadores. Segundo a crença popular, além de ser o chaveiro do céu é também o responsável pelas chuvas. Bem, hoje por aqui chove...
E viva São Pedro!

Postar um comentário