quarta-feira, junho 24, 2009

Ritmos Brasileiros I - Festa Junina,Quadrilha - Luiz Gonzaga - Não soltem balões

Noite de São João... E de repente me vi transportada à minha pequena cidade de outros tempos, um tempo onde ainda havia muita magia, inocência, alegria... Viajei de volta aos pátios do Grupo Escolar Mont’Alverne, ao cheiro de quentão e pinhão na noite iluminada, da queima da imensa fogueira, do frio dos invernos rigorosos entrando pelas narinas...E era somente ali que se sentia frio, pois o restante do corpo estava aquecido pelas correrias próprias das crianças, pela alegria das brincadeiras, pelas expectativas para cada atração. A dança da quadrilha, o pau de fita, as rifas de galinha assada e de bolo confeitado, como se fossem às maiores iguarias,os bingos, as pescarias, a foguerira sendo arrematada por algum rico comerciante. Tempos maravilhosos! Tempos que se foram levando consigo a possibilidade das crianças de hoje sentirem a mesma alegria. Ou não? Porque ser criança é viver o melhor tempo do mundo... Ainda mais se houver carinho e respeito ao seu pequeno mundinho. Mas para nós que vivemos naquele tempo, restará sempre um cheiro doce temperado parecendo entrar pelas narinas e nos levando de volta, àquele mundinho encantado. Noite de São Joao. E saudades!

Postar um comentário