sexta-feira, agosto 03, 2007

SEJA FEITA...

Duas noite mal dormidas...Duas noites de olhos abertos a pensar e a pensar... E hoje pela manhã, logo cedo encontrei uns olhos ternos de Mãe que me fitavam e me levaram a tomá-la nas mãos e dar-lhe um suave beijo. Há muito Ela não me chamava assim. Há muito eu própria evitava olha-la. Sabia que tinha um pedido a me fazer. E sei que não precisa de mim, mas por algum motivo que não compreendo quer necessitar da minha ajuda. E logo, num telefonema, o motivo manifestou-se. Titubeei, como tenho feito nos últimos tempos, mas de repente senti uma alegria interior e uma vontade incontrolável de atender ao pedido. Sinal de que é missão.Ao menos para este momento. Não pedi nada em troca, mas bem no fundo da alma, há sempre aquela esperança de ser perdoada pelas faltas que teimo em cometer, ou que não tenho forças para não cometer. Hei de cantar, a menos que se torne completamente impossível. Por quê? Por que: “Deus não joga dados com o universo, tudo está interligado e tem um sentido.” (Einstein).
Postar um comentário