sexta-feira, junho 29, 2007

GIGANTES

29 de junho
Dia de São Pedro e São Paulo.
Considerados os maiores apóstolos do cristianismo. Mas quem foram esse dois gigantes, conhecidos e amados por todos os cristãos?
Pedro, um pobre pescador ignorante de Genezareth.
O discípulo de Jesus que mais errava, porque era o mais ousado(metido, mesmo). O homem que não tinha medo de nada. Metia os pés pelas mãos, mas fazia. Um homem que não teve medo de amar, de arriscar. Certamente por isto é que foi escolhido por Jesus para ser “a pedra” (Cefas), sobre a qual edificou a sua igreja. Esse mesmo Pedro, que na noite em que Jesus foi preso, ainda se encontrava “armado” e com a espada decepou a orelha de um dos homens que haviam vindo para prende-lo. Três anos caminhando com Jesus em carne e osso e ainda não tinha aprendido o que Jesus queria ensinar. Três anos caminhando com ele, e ainda fraquejou no momento que o amigo mais precisava dele, negando-o. Apesar de tudo isto, Pedro só tem grandes lições a nos ensinar. Ele não desistiu... Errou, reconheceu seu erro, pediu perdão. Não desistiu de Deus e Deus também não desistiu dele. Ele que era rude, grosseiro, foi sendo polido, transformado nas mãos de Deus e “produziu frutos”.
Pedro pode ser bem conhecido através dos Evangelhos.
E quanto a Paulo?
Ah, esse era ainda pior. Nasceu em Tarso, na Sicília, por volta do ano 10 da era cristã. Desde pequeno foi educado conforme a doutrina dos fariseus e destacou-se como um implacável perseguidor de cristãos. Foi um dos que ajudaram no assassinato de Estevão, o primeiro mártir da igreja. Para Paulo, que então ainda se chamava Saulo, os cristãos não valiam nada. Mas um dia Jesus Ressuscitado apareceu-lhe quando estava a caminho de Damasco para perseguir cristãos daquela cidade.Diz a história que Jesus “derrubou-o do cavalo”. Pode ser sentido figurado, não sei. O fato é que Jesus lhe perguntou: “Saulo, Saulo, porque me persegues?”.
Paulo não entendeu nada. E perguntou: "Quem és tu, Senhor?”. E o homem lhe respondeu:
“Eu sou Jesus, a quem persegues”. Então Saulo ficou sem ver por três dias e nesse período não comeu nada. E foi visitado , a mando de Deus, por um discípulo de nome Ananias, que lhe impôs as mãos. Dos seus olhos caíram umas escamas e então ele voltou a enxergar e ficou cheio do Espírito de Deus. E começou a pregar o Evangelho. Percorreu a Ásia Menor, a Grécia e Roma, converteu a muitos e morreu mártir como a maioria dos outros apóstolos.
Era o mais culto dos apóstolos e homem de grande poder e liderança.
A história dele pode ser conhecida em Atos dos Apóstolos capítulo 9.
E eu aqui, com minhas dúvidas de fé, com minhas inquietudes, com meus afastamentos, hoje não pude deixar de lembrar destes grandes homens. Não pude deixar de lembrar dos grandes exemplos que eles foram enfrentando tantas dificuldades no seu tempo...Não pude deixar de lembrar da certeza que eles viveram sobre Jesus. Quem dera pudesse eu ter um pouquinho da fé que eles tiveram...
Postar um comentário