sexta-feira, maio 11, 2007

AO MEU ETERNO POETA

Foto tirada por Ivete
Música maravilhosa como a grande maioria das músicas dele. Não me canso de ouvir tantas e tantas canções do poeta Osvaldo. Influência direta da Luzia, há tantos invernos passados...
Aquela coisa toda (Mongol e Oswaldo Montenegro)
Olhe bem nos meus olhos
Olhe bem pra você
O fato é que a gente perdeu toda aquela magia
A porta dos meus quinze anos não tem mais segredos
E velha, tão velha ficou nossa fotografia.
Olhe bem nos meus olhos
Olhe bem pra você
A quem é que a gente engana com a nossa loucura
Decerto é que a gente perdeu a noção do limite
E atrás tem alguém
Que virá, que virá, que virá, que virá, que virá.
Postar um comentário