sexta-feira, novembro 24, 2006

PROCURA

Olho, busco, procuro-te...Mas já sei que não vou te encontrar! Estás distante.És distante.! Não sei por onde, para quem vai o teu olhar.... Nossos caminhos se cruzaram por acaso, mas sei que não será nosso o caminhar. Estradas que convergiram para o mesmo ponto e por um instante se encontraram. Nada mais. Pra que sonhar? Mas o coração, sempre, sempre a buscar, procura algo que nem ele mesmo pode ou quer explicar... Porque procura, sonha, caminha... Se ilude de sonhos que não pode realizar? Dentro do peito, sempre vazio... Ou será que cheio demais ele está e por isso nem sobra mais lugar? Olho, procuro-te....Não queres tu me buscar? Busca-me. E o coração talvez, finalmente, vá se aquietar... Quem sabe a estrela, a flor, a borboleta maravilhosa irá tomar o seu lugar e então...O sonho vai se concretizar e eu nao mais precisarei buscar.Porque o coração finalmente...Irá se acalmar!
Postar um comentário