quarta-feira, outubro 25, 2006

BELEZA E HARMONIA!

Abril 1999 – Não posso e não quero ser igual aos outros. Preciso do sonho, da poesia...Preciso estar sempre em busca... Não posso e não quero ser comum. Quero ser especial! Quero poder ser diferente, buscar e ousar diferente. Preciso da coragem que têm os sonhadores que querem concretizar seus sonhos. Quero a utopia. Quero a possibilidade da utopia. Quando vou me tornando comum, sinto-me um nada. Vazio absoluto. Quando as buscas cessam, fico vazia até da fé. Preciso buscar. Preciso estar em marcha. Preciso de processos de transformação. Preciso ousar e sonhar... As possibilidades diminuíram muito. Na maior parte do tempo sinto-me sem estímulo. Muito mais só do que todos os solitários...Mas quando tenho a calma e a paz, as cores e variações ao meu alcance...A alma alça vôo. A alma quer viajar...Buscar novas terras... Mas as terras dos sonhos são só na mente, no coração...Não nos pés. É aí que moram os problemas. Sonhadores estão fora do mundo, estão fora de moda! Eu não sou daqui...Eu não sou do mundo... Ouço o som das gaivotas. Serei um Capelo? Imensidão de pequenos peixes povoam as águas.Peixes maiores saltam e se mostram á pequenas distâncias. Olhando a praia, casas, flores variadas, árvores, pedras... Criação e criaturas... O Criador plana harmoniosamente sobre tudo... Ele está se fazendo... Se faz presente em tudo. A harmonia do ambiente nos dá a certeza de “algo mais”. Somos todos parte e parcela de um mesmo ser. Porque não temos essa consciência o tempo todo? Porque não conseguimos entender que o “outro”, também sou eu mesmo?
Postar um comentário