quinta-feira, outubro 26, 2006

ARTES?

Ah! Artista. Alma de artista... Sonho de artista.
Que eu possa viver e não desacreditar nunca dos sonhos...
Que eu possa e queira falar sempre dos sonhos.
Que eu consiga deixar de lado, esquecidos nos túmulos, os horríveis pesadelos.
Que o tesão pela vida esteja cada dia maior.
Sonhar, sonhar... Ver o mundo vivo, colorido! Pontos brilhantes no infinito. Quero esta tela maravilhosa, de cores mil. Entrando pelos olhos, retida nas retinas, conduzindo á mente o sonho maravilhoso de viver. Nestes momentos, Deus existe!
Ouço o barulho do mar.
Sonho o céu estrelado. Imagino sentir o cheiro da noite.
O frio entrando pelas narinas. No meio de tudo isto, um toque suave, aconchegante... O olhar cruzando outro olhar... O coração encontrando o do amante amigo, sem barreiras... Os olhos sorrindo... A boca falando... O coração se expondo... Suave é a noite! Suave é o sonho! Sentir o calor das mãos...
O toque sensível... (P. Belo, 26.07.1999).
Postar um comentário